O diabetes é uma doença que, muitas vezes, se mantém silenciosa, mas que vai minando o funcionamento de vários órgãos e sistemas do organismo.

A maioria das pessoas já sabe que alguns pecados na alimentação favorece o surgimento da doença, mas poucas têm noção do quanto a falta de cuidados com os dentes pode também acabar por ser um fator que contribui para tornar o indivíduo diabético.

A presença de quadros infecto-inflamatórios na gengiva eleva as taxas de açúcar no sangue, conforme comprovam estudos científicos.

Por isso, pessoas incluídas no grupo chamado pré-diabético, ou seja, aquelas que já têm taxas de glicose elevadas devido a fatores como obesidade e sedentarismo já devem ver o dentista como seu melhor amigo.

Um controle atento da saúde bucal pode ajudar a evitar a instalação dessa doença sistêmica.

Gengivas que sangram são o primeiro sinal de alerta da gengivite e esse é um quadro que ninguém deve deixar agravar, por todos os riscos que traz à saúde bucal como um todo e também à saúde de todo o organismo.

DICAS

– NÃO abra mão do fio dental. USE-O antes de TODAS as escovações. Isso ajuda a evitar a formação de placa bacteriana;

– Escove os dentes após TODAS as refeições;

Visite o dentista a cada seis meses, pelo menos. A limpeza feita em consultório garante uma retirada mais eficaz da placa bacteriana e do cálculo dentário, que às vezes se formam mesmo quando a pessoa mantém uma higiene rigorosa;

– Se a gengiva estiver sangrando durante as escovações, ao passar fio dental ou ao comer, agende uma consulta para o mais breve possível. Gengiva que sangra é sinal da presença de gengivite. Não deixe o quadro evoluir;

– Não deixe de fazer a higiene bucal caso a gengiva apresente sangramento. Apenas tome cuidado com a força empregada na hora da limpeza e com o modelo da escova (prefira as de cerdas macias) para não machucar ainda mais a região. Seu dentista poderá orientá-lo sobre a melhor forma de escovar nesses casos;

– Para evitar o surgimento do diabetes, alimentação equilibrada, controle do peso e prática regular de atividade física também são fundamentais.