Uma das formas mais bacanas da gente cuidar do nosso corpo é conhecendo-o. E isso inclui todo o universo bucal. Dentes, língua, gengiva, palato, que é o céu da boca, fazem parte da composição básica da anatomia bucal. Esse conjunto é responsável por iniciar vários hábitos e processos naturais do nosso organismo, como a digestão e a higiene bucal. Cada um tem uma função ímpar, mas trabalhando juntos conseguem manter um sorriso lindão e saudável. Que tal conhecer mais a fundo sobre a anatomia da sua boca?

O SORRISO É FORMADO, NORMALMENTE, POR 32 DENTES

Todos nós nascemos banguelas. Mais ou menos com 6 meses de vida os 20 dentinhos de leite aparecem e merecem todo cuidado e atenção, mesmo que a queda deles seja inevitável. Ao alcançar a idade adulta, completamos um sorriso com 32 dentes permanentes, incluindo os 4 sisos, cada um com sua respectiva função. “Os incisivos tem função de corte, os caninos de apreensão e os pré-molares trituram os alimentos, assim como os molares”, afirma o cirurgião-dentista Cláudio Sá.

A GENGIVA É MUITO MAIS DO QUE UMA PARTE ROSADA

Além de proporcionar um sorriso mais estético e bonito, a gengiva é cheia de funções voltadas para o bem de cada dente. Ela sustenta, nutre, protege nossos parceiros bucais e ainda participa da fonética. Mas ela também está vulnerável aos ataques de bactérias perigosas, por isso é importante mantê-la bem saudável e limpa. De acordo com o periodontista Sérgio Siqueira, é preciso atenção com alimentos grudentos. “A gengiva tem uma adesão suave, que pode ser afastada propositalmente por um dentista, para trabalhar numa área mais delicada, ou pode ser afastada pela entrada acidental de algum corpo estranho nessa área como cascas de pipoca”. Neste caso, só o fio dental junto com a escovação podem salvar sua amiga bucal.

NEM TODO SORRISO É IGUAL

Muita gente não possui o mesmo número de dentes. Às vezes é necessário extrair um ou mais para garantir que o sorriso fique alinhado e nenhuma função seja afetada. Os famosos responsáveis por esse processo são os sisos. Eles são os últimos dentes a nascerem e, por isso, há casos em que acabam não encontrando um espacinho para se acomodar, afetando os demais dentes. Nestes casos, dependendo do diagnóstico do dentista, o uso de aparelho e extração dos dentes do juízo são necessários.

O MÚSCULO MAIS FORTE DO ORGANISMO HUMANO FICA DENTRO DA BOCA

Graças a ela sentimos o gosto dos alimentos mais gostosos. A língua é conhecida como o músculo mais forte do organismo humano, em relação ao seu tamanho. Mas para continuar um órgão aliado à sua saúde bucal, é importante praticar uma boa higiene. Com um raspador de língua ou o próprio limpador de língua e bochechas que tem em algumas escovas de dente, você consegue tirar todas as bactérias ruins acumuladas, evitando a chamada saburra lingual, que é a causa mais frequente do mau hálito.

VOCÊ SABE A QUANTIDADE DE SALIVA QUE PRODUZIMOS DURANTE A VIDA?

São aproximadamente 37 mil litros. São muitos momentos com água na boca, né? A saliva é uma grande aliada para a saúde dos nossos dentes e boca. Sua produção facilita o processo digestivo, protege a mucosa oral e cria uma barreira que ajuda a proteger nossos dentes de complicações bucais, como a cárie. Já a falta de saliva pode ser sinal de uma xerostomia, doença que pode trazer consequências sérias para a saúde.

A HIGIENE DEVE SER FEITA EM TODOS OS SORRISOS

Seja como for o seu sorriso, a limpeza é aquela de sempre. Com fio dental, uma boa escova de cerdas macias e enxaguante. Para garantir sucesso na higiene e ter uma boca sempre protegida, use um creme dental que previne a evolução da placa bacteriana. Com ele seus dentes ficam salvos dos problemas bucais, como a cárie, o tártaro e a gengivite. Lembre-se, uma boa saúde sempre começa pela boca.

Fonte: sorrisologia.com.br